O museu de arte ruim oferece uma atividade divertida para casais com um saudável senso de humor

17 Março 2019

Os 10 principais sites de bate-papo em 2020

Pesquisamos, testamos e revisamos sites de câmeras em uma variedade de categorias, fornecendo uma análise detalhada de todos os detalhes importantes para que você possa encontrar o perfeito em minutos. Navegue pelas nossas principais listas agora para começar sua jornada!

Range Site Caracteristicas Intérpretes Classificação Visite o site
# 1 Estou vivo Conheça milhares de garotas na webcam dos EUA EUA Em linha
Os modelos usam quadros brancos para listar atividades favoritas
100% gratuito, sem necessidade de registro
Mais de 50.000

Revisão do MyFreeCams
Veja MyFreeCams
# 2 ImLive Converse com garotas que compartilham seus interesses
Eventos especiais com estrelas porno reais
Grátis para usar + Premium
Mais de 36.000

Revisão do ImLive
Veja ImLive
# 3 livejasmin Converse com modelos profissionais ao vivo, sem fãs
Entre para o fã-clube do seu modelo de câmera favorito
Grátis para usar + Premium
28.000+
LiveJasmin
comentário
Assista ao vivo
# 4 CamSoda Converse com fãs internacionais
Tags e categorias para ajudar você a encontrar artistas
Grátis para usar + Premium
25.000+

Revisão CamSoda
Veja CamSoda
# 5 Chaturbate Nudez grátis e sexo ao vivo garantido
Os artistas listam suas atividades para receber dicas
100% grátis
Mais de 30.000

Revisão do Chaturbate.com
Veja Chaturbate.com
# 6 bongacams Registro inicial rápido
Acompanhe os tokens com o timer de sessão
Grátis para usar + Premium
10.000+

Revisão de BongaCams
Veja BongaCams
# 7 RabbitsCams.com Interaja com milhares de bebês europeus
Descubre Caras frescas en la sección "Nuevos modelos"
Gratis de uso + Premium
Mais de 6.000

Revisão Coelho
Ver CoelhosCams
# 8 CrazyLiveCams Chatea con cientos de chicas de cámara
La mayoría de las Cam Girls usan Teledildonics
Gratis de uso + Premium
10.000+
CrazyLiveCams
comentário
Veja CrazyLiveCams
# 9 XLoveCam Chatea con chicas sexy y usa teledildónica
Eventos especiales de webcam en topless
Gratis de uso + Premium
Mais de 35.000

Revisão do XLoveCam
Veja XLoveCam
# 10 SexyOnCams Chatea con modelos adultos de 18 a 50 años o más
Perfiles informativos con fotos sexy
Gratis de uso + Premium
10.000+

Revisão do SexyOnCams
Veja SexyOnCams

A versão curta: o Museum of Bad Art começou com o entusiasmo de um homem para incrivelmente ruins pinturas. Jerry Reilly coletadas arte ruim, porque ele achava que havia algo interessante em ver os erros de um artista na tela. Ele descobriu um monte de outras pessoas compartilharam seu apreço pelo chamado mau arte, e, em 1994, ele começou a exibir sua coleção particular em uma galeria livre na Nova Inglaterra. Hoje, o Museum of Bad Art apresenta e celebra mal interpretado obras de arte no porão de um antigo cinema vaudeville. O museu não tem fins lucrativos coletou mais de 700 peças, e cada um tem uma história para contar. Algumas das pinturas foram encontradas em mercados de pulga ou lixeiras, enquanto outros foram doados por artistas ou suas famílias. Casais em Somerville, Massachusetts, pode visitar o museu para compartilhar uma risada e iniciar uma conversa. A entrada é gratuita para todos, por isso é um lugar acessível e divertido para tomar uma data. Com mais de 60.000 seguidores no Facebook, o Museum of Bad Art tornou-se uma atração local popular, atraindo centenas de casais, famílias, amigos e outros amantes da arte na área.

No início de 1990, um negociante de arte e antiguidades em Boston salvou uma pintura de ser jogado fora, porque ele pensou que o quadro pode valer alguma coisa. A pintura era de uma mulher carrancuda andando em um campo florido sob um céu amarelo. Ele foi um pouco perturbador para olhar. O negociante de arte mais tarde, mostrou-o a seu amigo Jerry Reilly como uma brincadeira.

load...

Jerry pensei que era tão ruim que era realmente bom, então ele pegou a pintura e pendurou-a sobre a lareira em um lugar de honra irônico. O negociante de arte começou a manter-se atento para estranhamente maus obras de arte para enviar para Jerry, que alegremente levou as pinturas mais ninguém poderia desejar.

O Museum of Bad Art está em uma missão para preservar e celebrar maravilhosamente arte ruim.

Quando Jerry mudou-se para uma nova casa, ele decidiu mostrar melhor artwork mau do mundo em uma festa de inauguração informal em Março de 1994. Ele e seus amigos escreveram descrições tongue-in-cheek da arte e exibidas as pinturas em seu porão. Jerry convidou cerca de 50 pessoas para vir em sua galeria divertida exibição. Até o final da noite, no entanto, mais de 200 pessoas lotaram o espaço. Palavra se espalhou rapidamente sobre esta coleção original de pinturas desajuste, e muita gente queria ver por si mesmos.

load...

“Na manhã seguinte, nós dissemos: 'Temos que manter isso acontecendo'”, lembrou Louise Reilly Sacco, a irmã de Jerry e membro fundador do Museu de Bad Art. Eles já mudou coleção de Jerry fora de seu porão e no porão de uma sala de cinema à moda antiga chamado de Somerville Theatre. Hoje, esta organização sem fins lucrativos única mostra a obra de arte amadora esquecido do mundo.

Ao longo das décadas, o Museum of Bad Art coletou mais de 700 peças em sua coleção permanente, e cada um é fantasticamente ruim. Algo de alguma forma deu terrivelmente errado durante a criação destas obras de arte, mas é as falhas que as tornam tão interessante de se ver. Tais erros estranhos em juízo ou habilidade muitas vezes as pessoas parar e pensar - ou parar e rir.

A partir do momento em que entra na galeria, você pode ouvir pessoas conversando e rindo baixinho juntos. Com seu baixo teto e decoração esparsa, o Museum of Bad Art promove uma atmosfera casual onde os casais podem se sentir confortável compartilhando seus pensamentos sobre obras inusitadas de arte.

load...

“Você vai ter coisas para falar, e você pode mostrar o seu senso de humor”, disse Louise. “Também é apenas uma coisa boa livre para fazer em uma data.”

A exibição Not-for-Profit no porão de um cinema

Você pode encontrar o Museu da galeria principal do Bad Art no Somerville Theatre no coração de Davis Square, que é o típico local ponto de encontro para os jovens da cidade. Esta área é o lugar perfeito para tomar uma data, porque você está cercado por bares e restaurantes locais. Você pode começar com uma viagem para o museu para dar-vos alguma coisa para falar, e depois a pé para um restaurante onde você pode continuar sua conversa sobre bebidas, jantar e sobremesa.

Você também pode pegar um filme durante a sua visita. Quando você compra um bilhete de cinema no Somerville Theatre, você tem entrada gratuita para o Museum of Bad Art localizado em seu porão. Isso faz iteasy para desfrutar de um jantar-museu ao filme único.

O Museum of Bad Art orgulhosamente exibe pinturas incomuns que são tão ruim, talvez eles são bons?

Os visitantes devem observar que a compra de um bilhete de cinema não é a única maneira de ganhar entrada gratuita para o Museu de Bad Art.You também pode solicitar um passe livre para o museu, enviando um email para [email protected]

“Estamos completamente executado por voluntários, e que nos permite manter o museu gratuito para todos”, disse Louise. “Nós vemos um monte de estudantes porque estamos nesse ponto a meio caminho entre a Universidade de Tufts e Harvard.”

Mostrando apreço para Anonymous Artistas

O Museum of Bad Art começou quando alguém se afeiçoou a uma pintura descartado, e um pouco perturbador, óleo de uma velha brincando em um campo. Jerry chamado a peça “Lucy no campo com flores” e exibiu com orgulho por décadas. Foi ainda a cobertura para o primeiro livro do MOBA “ The Museum of Bad Art: Art Too Bad para ser ignorado.”

Salvo do lixo em 1993, “Lucy no campo com flores” foi a primeira pintura no Museu da coleção de Bad Art.

Um dia, uma família em contato com o museu para dizer que a Lucy na pintura era na verdade sua avó. A pintura tinha sido feito depois que ela morreu e que tinha sido pendurado na casa de sua tia idosa quando ela morreu. Eles não sabiam o que tinha acontecido com a pintura e foram feliz em saber que tinha sido salvo. O Museum of Bad Art ofereceu para devolver este tesouro de família sentimental para eles, mas a família disse que eles estavam felizes de tê-lo pendurado na galeria onde os outros poderia apreciá-lo.

O Museum of Bad Art freqüentemente resgata a arte dos mercados contentor ou de pulga, e essas obras, sem dúvida, têm histórias que lhes são inerentes, mas eles nem sempre descobrir quem criou estas obras deslumbrantes.

“Nós não sabemos quem fez a maior parte de nossas peças - ou por -, mas estamos encontrando alegria neles”, disse Louise.

John B. Gedraitis disse que estava emocionado ao ver seu retrato de um homem no banheiro em exposição no Museum of Bad Art.

Às vezes, um artista ou um membro da família vai doar uma obra de arte ruim. Eles são tipicamente um prazer encontrar um uso para algo que não saíram tão planejado. Faz o Museum of Bad Art não zombar de trabalho de qualquer artista. Em vez disso, chamam a atenção para o cuidado, habilidade ou criatividade que entrou em fazer a pintura.

John B. Gedraitis, que pintou “Domingo no potenciômetro com George,” saidhe teve o prazer de encontrar o seu retrato pendurado no museu. “As pinturas na coleção surgiram fora das latas de lixo e cantos escuros, onde eles teriam sido totalmente esquecidos “, disse ele em um comentário no Facebook. “Em vez disso, eles estão brilhando sob holofotes, célebre por sua estranheza, e adorado por quase todos que os encontra.”

“Nós vamos encontrar um público para isso, vamos celebrá-lo, e nós vamos fazer algo de bom fora de fracasso”, disse Louise. “Estas são peças que nós amamos, porque eles ficam pensando, pensando e falando sobre o artista.”

Faça uma impressão em sua data em eventos temáticos

Os casais podem ir para Davis Square para ver o Museum of Bad Art e fazer um dia dele. A galeria não vai demorar muito para ver os 20 a 25 pinturas no porão da sala de cinema, por isso não é incomum para os visitantes a tomar em um filme ou ir buscar dinnerafterward. Visitar o museu em uma data é uma ótima maneira de relaxar e iniciar uma conversa sobre algumas pinturas verdadeiramente malucos.

“Eu acho que é um movimento estratégico para as pessoas que datam de vir aqui”, disse Louise. “Ele permite que a pessoa sabe que tem um senso de humor e um bom conhecimento da arte.”

A coleção MOBA está sempre crescendo - o espaço é muito pequeno para exibir toda obra de arte enviado aos curadores - assim você pode sempre encontrar algo novo para admirar nesta galeria humilde.

“Aqueles de nós que fazem luta arte com ele. MOBA nos lembra não levá-la tão a sério “. - Peter S., um fã do Museum of Bad Art

Às vezes, o Museum of Bad Art organiza eventos temáticos especiais ou viajando exposições de arte para compartilhar seu amor pela arte ruim com um público mais amplo. Você pode ouvir sobre estas exposições livres, assinando o boletim de e-mail MOBA. Os membros recebem entrada gratuita para todos os eventos especiais, uma cópia enviada da MOBA Notícias cobiçado, eo sentimento morno, distorcido você começa quando você apoiar uma boa causa.

Muitos membros visitar o museu e outra vez, trazendo amigos, familiares e datas com eles para compartilhar a experiência. Sua lealdade e patrocínio mantém portas do museu aberto. O Museum of Bad Art cultiva uma estreita relação com seus membros e está sempre aberto às suas sugestões para o futuro da arte ruim.

Como Linda C. Disse na página Facebook do museu, “Aqueles de nós que têm seguido MOBA por anos (obsessivamente no meu caso) têm vindo a compreender o curador-chefe gosto primorosamente refinado de e julgamento em suas aquisições.”

O Museum of Bad Art celebra o melhor Pior Art

O Museum of Bad Art oferece um ambiente divertido e de baixo chave para daters que têm um gosto por coisas estranhas e mal compreendidos. Quando Jerry exibido pela primeira vez “Lucy no campo com flores” quase três décadas atrás, ele não tinha idéia que poderia causar um rebuliço na comunidade. Ele só pensava que era um pedaço de conversa divertida e enigmática.

Visitar o Museu de Bad Art pode ser uma experiência de abrir os olhos.

Hoje, o Museum of Bad Art é dirigida por Louise Reilly Sacco e Michael Frank, o curador-chefe. Theirnot fins lucrativos organização destaca obras heterodoxas de arte que dão às pessoas alguma coisa para falar como eles passeiam pela galeria. As pinturas inspirar curiosidade, conversa, e humor, e não o Museum of Bad Art não cobra nada para visualizá-las.

Os casais podem olhar com espanto para dezenas de peças interessantes e passar o resto da noite data discutindo o que faz a arte boa ou má.

O Museum of Bad Art faz a arte mais acessível a todos, porque você não tem que ter muito conhecimento artístico para ver onde essas pinturas deu errado.

“Eles não são obras de arte por qualquer definição,” Louise reconheceu, “mas eles são valioso e estimado por alguém, e agora estamos valorizando e valorizando-los.”